Vereadores aprovam Projeto de Lei que torna obrigatória a instalação de Telhados e/ou Paredes Verdes

Projeto de Lei nº 3/2016, de autoria do vereador Luis Gustavo Napolitano (PSDB) foi aprovado por unanimidade.

Na 4ª Sessão Ordinária, realizada na terça-feira, 23 de fevereiro, os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei nº 3/2016, de autoria do vereador Luís Gustavo Napolitano (PSDB), que torna obrigatória a instalação de telhados e/ou paredes verdes em edifícios residencias e comerciais que possuam mais de 3 (três) andares.

O Projeto define ainda o “Telhado e/ou Parede verdes”, como a cobertura de vegetação arquitetada/revestida sobre laje, cobertura ou paredes, devendo possuir as camadas de: impermeabilização, proteção contra raízes, drenagem, filtragem, substrato e vegetação.

Entre os benefícios da medida, o Projeto apresenta a melhora do aspecto paisagístico, diminuição das ilhas de calor presentes em aglomerações de concreto, absorção do escoamento superficial, redução da demanda por ar-condicionado e melhora do microclima com a transformação do dióxido de carbono (CO2) em oxigênio (02), por ação da fotossíntese.

A obrigatoriedade da instalação de “Telhado/Parede verdes”, se sancionado pelo Prefeito, passará a valer somente para os edifícios a serem construídos nas avenidas: José Félix de Oliveira (Granja Viana), São Camilo (Granja Viana), Roque Celestino Pires (Caucaia do Alto) e Professor Manuel José Pedroso (Centro) e, para incentivar a iniciativa, o documento propõe a elaboração de incentivos fiscais e financeiros aos proprietários dos imóveis que instalarem o “Telhado e/ou Parede Verdes”.

Aprovado por unanimidade dos vereadores presentes na Sessão, o Projeto de Lei segue agora para sanção ou veto do prefeito Carlão Camargo (PSDB).


Veja o Projeto de Lei nº 3/2016 na íntegra, aqui

registrado em: