Câmara realiza evento sobre Adoção

Evento "Te Amo até a Lua" aconteceu no dia 8 de maio, segunda-feira, e faz parte da programação do Mês das Mães

 O evento reuniu população, autoridades e pessoas que contaram suas experiências acerca da adoção

Na segunda-feira, 8 de maio, aconteceu na Câmara Municipal de Cotia o evento “Te Amo até a Lua”, organizado pela vereadora Angela Maluf (PV), que tratou sobre a adoção. Com a presença de autoridades, profissionais da área e pessoas que participaram do processo de adoção, que apresentaram seu depoimento pessoal e elementos legais sobre o tema.

Dr. Hélio Ferraz, advogado, especialista em Direito da Família, apresentou um panorama legal sobre o tema, enfatizando o artigo nº 227 da Constituição Federal, que atribui à família, à sociedade e ao Estado a responsabilidade de assegurar, com absoluta prioridade, os direitos da criança, do adolescente e do jovem. Além disso, o advogado contou sua experiência pessoal, durante os processos de adoção de seus 3 filhos.

 Evento "Te Amo até a Lua" aconteceu na segunda-feira, 8 de maio, na Câmara Municipal de Cotia

A Assistente Social do Lar Agrícola, Rita de Cássia, que há 30 anos atua no acolhimento de menores, enfatizou a complexidade do processo, principalmente em relação à disparidade entre o tempo processual, geralmente moroso, e o tempo da criança, que necessita da atenção e dos cuidados imediatos da sociedade. Nesta seara, Adriana dos Santos, Assistente Social do Lar Emmanoel anunciou o “Programa de Apadrinhamento Afetivo”, que começa a ser implementado em Cotia.  

 No evento, autoridades, técnicos e pessoas que vivenciaram o processo de adoção apresentaram seus depoimentos

A Coordenadora da Hípica Santa Terezinha, Eliane Baatsch, trouxe a reflexão acerca das dificuldades de adoção de crianças com necessidades especiais e a importância da inclusão no ambiente escolar e familiar. O filósofo Nelson Alda, Mestre em Psicologia Educacional e Presidente do GAAC-Grupo de Apoio a Adoção de Carapicuiba e região, defendeu a necessidade de um reordenamento dos princípios dos serviços de acolhimento, adquirindo um olhar de família e destacou ainda que “o gesto de adotar é uma responsabilidade social”.

 

Ana Davini, escritora e autora do livro que deu nome ao evento expôs sua experiência pessoal no processo de adoção, fato que a motivou pesquisar e publicar a obra. A escritora apresentou o cenário da adoção em número e chamou atenção para as crianças e jovens entre 11 e 17 anos, faixa etária que enfrenta os maiores desafios para adoção.

Durante o evento, foram apresentados os relatos pessoais da jornalista Monica Klaus, que há 17 anos realizou a adoção de seu filho, e de Luis Sadi, liderança política no município, que como filho adotivo, contou as suas dificuldades e superações.

O Promotor de Justiça Dr. Ricardo Navarro, responsável pela área da Infância e Juventude do Ministério Público de Cotia, destacou a importância de considerar a opinião do corpo técnico da área, que tem maior proximidade e conhecimento da realidade do cenário da adoção.

O juiz aposentado Dr. Augusto Guimarães de Souza, que durante muitos anos atuou na Vara da Infância e Juventude, destacou que a fila de adoção é importante, mas não deve ser considerada exclusivamente, sendo que cada caso deve ser observado como um evento único, respeitando os direitos da criança e do adolescente.

Especialistas e autoridades discursaram durante o evento, apresentando um panorama acerca do quadro do processo de adoção no Brasil

 

O evento, que foi transmitido ao vivo pela TV Câmara, contou também com a presença do Secretário Municipal de Saúde, Dr. Magno Sauter Junior; da primeira-dama da Câmara Municipal, Adriana Vieira; do vereador Edson Silva (PRB); entre outras autoridades e figuras ilustres de nossa cidade.

 

Acesse www.cotia.sp.leg.br e fique por dentro de tudo o que acontece no Poder Legislativo de nossa cidade! Pratique Cidadania. Participe!

registrado em: ,